Segunda-feira, 17 de Setembro de 2007

A vida... escrita

Chorar, sentir, escrever

Cada palavra, cada sílaba…

Gritar, berrar, escrever

Os tormentos, sofrimentos,

Até cair, até sentir

Os ferimentos e blasfémias…

 

Ver, no crepúsculo,

A solidão do dia que morre

Escorrer no papel dos sonhos,

O amor perdido…

Um borrão vermelho,

Vomitado pela pena,

Deixado como assinatura,

Enfim liberta da própria alma,

Da sua essência, do seu destino…

 

Recomeçar, baixar a cabeça,

Humilhar-se, suplicar sem esperança,

Em vão… Esperar, sonhar…

Que ela volte…

 

Olhar aquela luz branca,

Ao longe… Não mais sentir

Um coração que morre cada dia,

Lentamente… soçobrando…

publicado por wildbeast às 23:44
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



cusca à vontade

 

Maio 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23

25
26
27
28
29
30
31


palavras fugidas

. . .

...

É Natal

Beija-flor III

Beija-flor II

Beija-flor I

A vida... escrita

Tormenta de existir

A dor da tristeza

Até que o sol rompa

gavetas da cómoda

Maio 2008

Março 2008

Dezembro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Maio 2007

Abril 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Outubro 2006

Agosto 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

por onde descanso a alma

Foros GratisHostingphp nukeAnuncios Clasificados GratisLibreria