Grand Duke Besta the Smokerous of St Winifred by Winchelsea
Quarta-feira, 22 de Fevereiro de 2006

(A) mar

 

Mar. Amar. O mar em comum.

Mar amargo, amor amargo.

Nos abismos do mar,

Nos abismos do amor.

Mar, tempestade...

Amor tempestuoso.

Quem teme as águas,

Que fique em terra.

Quem teme os males de amar,

Que se não deixe pelo amor levar.

Em ambos, se pode naufragar...

O mar, nada pode

Contra o fogo do amor.

Se a água pudesse apagar

A minha fogueira de amor,

Esse teu amor que me queima,

Forte, doloroso...

Pudesse eu apagá-lo

Com o mar... das minhas lágrimas.

publicado por wildbeast às 00:01
link do post | favorito
De Anónimo a 25 de Fevereiro de 2006 às 01:41
O Mar é como o Amor.. transporta vida, energia alegria, tristeza e muitas vezes a noção de solidão e de pequenês.
Mas São das melhores coisas que se podem fazer, observar o Mar e sentir o Amor, acredito que tu conheces as duas... Um beijoemmep
(http://searadecores.blogs.sapo.pt/)
(mailto:emmep@sapo.pt)


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



cusca à vontade

 

Maio 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23

25
26
27
28
29
30
31


palavras fugidas

. . .

...

É Natal

Beija-flor III

Beija-flor II

Beija-flor I

A vida... escrita

Tormenta de existir

A dor da tristeza

Até que o sol rompa

gavetas da cómoda

Maio 2008

Março 2008

Dezembro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Maio 2007

Abril 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Outubro 2006

Agosto 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

por onde descanso a alma

Foros GratisHostingphp nukeAnuncios Clasificados GratisLibreria