Grand Duke Besta the Smokerous of St Winifred by Winchelsea
Domingo, 18 de Dezembro de 2005

D e s p e d i d a


As palavras não vêm.
Os olhos ficam marejados.
Buscamos num sorriso disfarçar
Toda a emoção que nos invade.


E um coração de poeta,
Sensível a tudo,
Chora uma lágrima de saudade...


Colhemos as palavras mais bonitas,
As mais ternas,
As mais amigas,
Que enfeitassem singelas
O momento da despedida.


Ei-las que chegam, por fim,
Mas deixando sílabas pelos caminhos.


Até à volta, amanhã, talvez...


E um coração de poeta,
Sensível a tudo,
Chora uma lágrima de saudade...


 


Adeus….. Mãe............


 

publicado por wildbeast às 01:58
link do post | diz mal ou bem | favorito
|
2 comentários:
De Anónimo a 21 de Dezembro de 2005 às 23:27
É um até logo... sempre que falas ou recordas a tua mãe, podes não sentir o toque da pele na tua mão ou no teu rosto, mas de certeza que sentes o seu olhar de ternura, de amor, de preocupação, de orgulho, de desejo de te ver sorrir... de te ver bem... de te ver feliz! é sempre esse o desejo de todas as mães, estejam mais perto ou um bocadinho mais longe dos filhos, estejam onde estiverem,aqui ou "ali"...emmes
(http://searadecores.blogs.sapo.pt/)
(mailto:emmep@sapo.pt)


De Anónimo a 18 de Dezembro de 2005 às 12:43
Mr Wild...:-)
gosteibapsi
</a>
(mailto:bapsimalone@hotmail.com)


Comentar post