Grand Duke Besta the Smokerous of St Winifred by Winchelsea
Quinta-feira, 19 de Janeiro de 2006

Escrever liberdade

Escrevo o que quero!!!


Escrevo que posso…


Junto as palavras como me apetece!!!


Clássicas ou não, versos brancos,


Sonetos, estrofes, panfletos, sonhos,


Baladas ou canções…


 


Não importa que agradem ou não.


Sou dono do que nasce


Da minha pena de escritor


E tão pouco aceitarei submeter-me


A leis dum ditador…


 


Deixo a quem me lê,


A liberdade de fazer seus


Meus escritos pagãos…


Deixo a quem me lê


A liberdade de me escolher


Ou me banir…


 


Mas não mudarei uma palavra,


Uma vírgula!!!


Decidi-o, cerrando dentes.


E não me fecharei nesta redoma


Onde outros procurarão


Corrigir-me…


Trabalhar-me…


Modificar-me…


Alterar…


As minhas ideias…!!!

publicado por wildbeast às 23:08
link do post | diz mal ou bem | favorito
|
2 comentários:
De Anónimo a 21 de Janeiro de 2006 às 01:09
Escreve como podes e queres, não deixes que te mudem, que opinem, mas dá liberdade a quem te lê de ter uma opinião.............e se não gostar de uma coisa aqui ..........outra ali........ e gostar da maioria mereço ser banida??????????
Eu não te quero banir........continua, mas gosto pq gosto e qd não gosto não gosto. Como gosto quase de tudo só peço para continuares.
Prontos....acabou o sermão
mafarrica
</a>
(mailto:teresa.santos@netcabo.pt)


De Anónimo a 20 de Janeiro de 2006 às 05:48
Nunca se pode mandar calar um poeta... da mesma forma que não se muda o dia a seguir à noite, nem se planta uma arvore de cabeça para baixo...
Escreve sim, escreve tudo o que quiseres e como puderes, haverá sempre alguem que te leia seja aqui ou ali... seja hoje ou amanhã!
emmep
</a>
(mailto:emmep@sapo.pt)


Comentar post