Grand Duke Besta the Smokerous of St Winifred by Winchelsea
Quarta-feira, 25 de Janeiro de 2006

A espada... ou a cruz

Sinto a noite fria, noite negra,
sei que preciso alimentar-me,
e enquanto caço, e ouço os gritos,
tento beber… sem pensar…

Pesadelos enquanto durmo,
com as pessoas que já matei,
em nome da minha fome, do sangue.
Parar? Acham que não tentei?



Cruzes e espadas, esperando p’ra matar,
em nome de um Deus hebreu,


que morreu para salvar.


Não sei se choro, se grito,
não sei no que acredito…
Fico apenas à espera,
imerso na escuridão.

E espreitando, na noite escura,
que quanto mais fria, mais dura,
esperando nesta terra insana,
caçando de noite como um animal,
esperando o fim desta guerra,
que perdura entre bem e mal.

Aqui estou, na noite fria, noite negra,
Envolto num manto sujo,
que  me aconchega,
pois sou filho das trevas,
e ela é a mãe que não me renega.

Lutando nesta não vida,
esperando quem me salve,
talvez a cruz… ou a espada,
possam esta dor acabar.

Amaldiçoo a minha existência,
maldita minha vida imortal…
NÃO…!!!! Não peço clemência…
Apenas aguardo… o final...


publicado por wildbeast às 16:08
link do post | diz mal ou bem | favorito
|
1 comentário:
De Anónimo a 25 de Janeiro de 2006 às 17:54
:-)bapsi
</a>
(mailto:bapsimalone@hotmail.com)


Comentar post