Grand Duke Besta the Smokerous of St Winifred by Winchelsea
Sexta-feira, 12 de Maio de 2006

Mesmo assim...

Vejo as estrelas luzindo…

tão brilhantes…

Num céu de veludo beijado

pela Lua…

Ouço um rouxinol, cantando docemente,

saudando a aurora…

Sinto o aroma das flores,

grávidas de pólen…

E o seu ar altivo e pomposo…

 

E, mesmo assim, nalgum lugar,

bem dentro de mim…

Continuo agrilhoado, fechado…

Aí, não há brilhos… não os vejo…

Há sendas escuras,

de miséria…

Acorrentado por dentro, gelado,

sem sentir o calor…

Ali tão perto…

 

Maravilho-me, deleito-me, sorrio,

com esta paixão que vive,

tão cerca de mim…

 

Ainda que por dentro…

Morrendo…

 

publicado por wildbeast às 00:04
link do post | diz mal ou bem | favorito
|
14 comentários:
De Lisa a 12 de Maio de 2006 às 00:45
Maravilho-me, deleito-me, sorrio,

com esta paixão que vive,

tão cerca de mim…



Ainda que por dentro…

Morrendo…

(...)

Um beijo grande de quem te sorri, mesmo quando te sente com menos luz...


De minizinha a 12 de Maio de 2006 às 17:24
Parece que fazes uma caminhada no deserto, e o oásis ali tão perto.
Beijokas
Bia


De Anónimo a 17 de Maio de 2006 às 14:50
Nota de 0 a 20......................para mim merece a nota 20
Parabéns da gegecas


De taty33 a 1 de Junho de 2006 às 00:14
simplesmente lindoooooo
que sentimentos maravilhosos....
que palavras ....
que ..que...que....
parabens meu amigo...
esta maravilhoso
beijinhos+beijinhos
taty


De gegcas a 4 de Junho de 2006 às 00:00
"Ainda que por dentro.... Morrendo.........." e já cheia de saudades de coisas novas , respeito o silêncio e aguardo impacientemente o novo poema


De Lisa a 14 de Junho de 2006 às 17:47
Já passou um mês... :(

"Maravilho-me, deleito-me, sorrio,
com esta paixão que vive,
tão cerca de mim…"

Faz-me falta chegar aqui e ter para ler estas palavras lindas cheias de conteudo...

toma bem conta de ti e regressa de pressa... um beijo



De minizinha a 19 de Junho de 2006 às 12:02
Volto aqui, sabendo que não vou encontrar nada de novo, mas releio os anteriores e "mesmo assim" falta qualquer coisa.

Protege-te e volta rápido, precisamos de ti, amigo do coração.

Beijinhos de saudade


De ferrus a 29 de Junho de 2006 às 08:30
Quem morre por dentro nunca poderá ver a beleza das coisas que o rodeia. Estará somente magoado. Deixo-te um abraço enorme e desejando que te cuides, estejas onde estiveres. Até ao teu regresso, Amigo!


De Ditte a 18 de Julho de 2006 às 16:02
E depois de ler e reler o teu belogue nâo encontro o belo e tão real poema que declamaste (escreveste) no chat ontem.
Se não o publicaste, fá-lo, é um poema deveras ...como encontrar um adjectivo para o qualificar?..belo, triste, comovente, real, sim é isso muito real.
Adorava revê-lo. Quando ? Como a tua falta se faz sentir ao ler ao teu beloge!
espero ver de novo aquele extraordinário poema e claro espero que voltes são e bem.
Um beijo da tua amiga granny que tem novo blog:
http://colinhodagranny.blogs.sapo.pt/


De pequenina a 23 de Julho de 2006 às 20:32
Mandei pelo vento que passa...um BEIJO
Não o recebas nos lábios....mas sim no coração!

Tua pequenina, que murmura baixinho: cuida-te doce meu.


Comentar post

cusca à vontade

 

Maio 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23

25
26
27
28
29
30
31


palavras fugidas

. . .

...

É Natal

Beija-flor III

Beija-flor II

Beija-flor I

A vida... escrita

Tormenta de existir

A dor da tristeza

Até que o sol rompa

gavetas da cómoda

Maio 2008

Março 2008

Dezembro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Maio 2007

Abril 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Outubro 2006

Agosto 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

por onde descanso a alma

Foros GratisHostingphp nukeAnuncios Clasificados GratisLibreria