Grand Duke Besta the Smokerous of St Winifred by Winchelsea
Domingo, 7 de Maio de 2006

Uma pequena rosa branca

Enquanto a tempestade brame,

Ondas de destruição, rugem,

Tumultuosas ventanias cavalgam,

Uma rosa branca, singela, permanece em pé…

 

Sente a dor à sua volta,

O grande vazio, as tormentas,

As ciladas enganosas,

Mas ela, não se curva…

 

Pura, é essa rosa branca,

Na escuridão terrena,

Calma e força eterna,

Nas noites que doem tanto…

 

Não te vejo, rosa branca…

Estás tão longe de mim.

Procuro-te… quero proteger-te…

Mas só posso sussurar-te…

 

Então, envio-te as palavras

E o meu coração de sonhador…

Que te ajudem, que te amparem…

Tenho esperança de te ver.

 

Continua forte, pequena flor.

Deixa o coração libertar-se…

E, enquanto tu quiseres…

Eu continuarei a falar-te…

 

 

publicado por wildbeast às 23:47
link do post | diz mal ou bem | favorito
|
3 comentários:
De minizinha a 8 de Maio de 2006 às 00:09
Como sempre lindo e puro.
(...)
Beijokas
Bia


De mafarrica a 9 de Maio de 2006 às 00:59
Sim, este é um dos que mais gosto............
E sim.......sinto inevja, no bom sentido, por não saber escrever assim.


De arco e flecha a 14 de Junho de 2006 às 17:57
"Então, envio-te as palavras
E o meu coração de sonhador…
Que te ajudem, que te amparem…
Tenho esperança de te ver."

É uma esperança mutua...


Comentar post

cusca à vontade

 

Maio 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23

25
26
27
28
29
30
31


palavras fugidas

. . .

...

É Natal

Beija-flor III

Beija-flor II

Beija-flor I

A vida... escrita

Tormenta de existir

A dor da tristeza

Até que o sol rompa

gavetas da cómoda

Maio 2008

Março 2008

Dezembro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Maio 2007

Abril 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Outubro 2006

Agosto 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

por onde descanso a alma

Foros GratisHostingphp nukeAnuncios Clasificados GratisLibreria